Tufão Phanfone atinge as Filipinas

O tufão Phanfone, que atingiu o centro das Filipinas, deixou ao menos 16 mortos e 12 desaparecidos, informaram autoridades da agência de desastre nesta quinta-feira (26). A forte tempestade atingiu a região durante o Natal, no final da terça-feira (24).

Segundo a Reuters, o tufão atingiu ventos de até 120km/h e rajadas de 150km/h, fortes chuvas e inundações. Mais de 58.000 pessoas foram retiradas de suas casas antes da tempestade. Vários imóveis foram danificados. Mais de 15.000 pessoas ficaram presas nos portos quando as balsas foram suspensas. Dezenas de vôos foram cancelados.

As mortes ocorreram nas províncias centrais de Capiz, Iloilo e Leyte. Um garoto de 13 anos morreu após ser eletrocutado, um homem foi morto atingido por um galho de árvore e outro morto em um acidente de carro, informou a agência de desastres.

O tufão deixou as Filipinas na quarta-feira à noite e estava no mar da China Meridional, movendo-se para o oeste. Uma média de 20 tufões atinge as Filipinas a cada ano, com tempestades se tornando mais violentas nos últimos anos.

Um estudo do Banco Asiático de Desenvolvimento, com sede em Manila, descobriu que as tempestades mais frequentes cortam 1% da produção econômica das Filipinas e as mais fortes em quase 3%. No Índice de Desenvolvimento Humano do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) lançado em dezembro, Filipinas aparece em 106º colocado.

26/12/2019