Três jovens procuram a polícia para denunciar pastor por abuso

A Polícia Civil confirmou que três jovens com idades entre 14 e 18 anos procuram delegacias para denunciar um pastor de Belo Horizonte por abuso sexual. O caso veio à tona nesta semana. Por meio de nota enviada no fim da tarde desta quinta-feira, a instituição deu mais informações sobre as investigações.

O inquérito foi instaurado em 20 de dezembro, quando uma adolescente de 17 anos procurou a Delegacia Especializada na Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) contando que o pastor da Igreja Batista Getsêmani, que atua em Venda Nova, passou a mão nos seios e pernas dela.

No mesmo dia, uma jovem de 18 procurou a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) e relatou que teria sofrido abusos.

Segundo a polícia, na última segunda-feira, dia 23, uma adolescente de 14 anos também foi à delegacia. “Até o momento, na Depca, duas vítimas foram ouvidas e uma terceira pessoa prestou depoimentos como testemunha. Foram realizadas escuta especializadas, ou seja, os depoimentos foram feitos por uma psicóloga”, detalha a nota.

A Deam também está realizando outras diligências, além dos policiais da Delegacia Especializada na Proteção à Criança e ao Adolescente. Como o caso envolve menores de idade, a polícia não vai dar mais detalhes para preservar as vítimas e evitar interferências na apuração.

“O suspeito ainda não foi ouvido. Seguindo o que determina a lei, como por exemplo, o Art. 400 do Código de Processo Penal, o suspeito só presta depoimento ao final dos trabalhos, para garantir o direito constitucional da ampla defesa e do contraditório”, diz a nota. “As investigações giram em torno de importunação sexual, podendo resultar em estupro”, explica a Polícia Civil.

A instituição também orienta que as mulheres vítimas de abuso devem procurar a Delegacia de Atendimento à Mulher, localizada na Avenida Barbacena, 288, no Barro Preto. Vítimas adolescentes devem comparecer à Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente, localizada na Avenida Nossa Senhora de Fátima, 2175, bairro Carlos Prates.

27/12/2019